Resumo Adega Flor de Coimbra
Há 71 anos funcionando num sobrado antigo do mais boêmio bairro carioca, o restaurante serve comida portuguesa farta, entre pratos e petiscos. Uma opção é começar pelos tradicionais bolinhos de bacalhau, que são mais finos e compridos, feitos na colher. O bacalhau à moda da casa é bem leve, grelhado no azeite e servido com legumes. Quem busca algo mais substancioso pode pedir a feijoada portuguesa, preparada com feijão-manteiga e carnes nobres, e acompanhada de farofa de torresmo, couve mineira e arroz branco. A carta de vinhos tem cerca de cem rótulos, entre portugueses, chilenos, franceses e espanhóis. Na parede, um belíssimo painel de Nilton Bravo, o Michelangelo dos botequins, e um bem-humorado aviso que proíbe os "beijos ousados".
Adega Flor de Coimbra