Resumo Arataca - Copacabana
Os produtos típicos pendurados no teto não deixam dúvidas sobre a especialidade deste pequeno restaurante amazônico fixado em Copacabana há mais de meio século. Aberto por um piloto de avião, passou para as mãos do dono atual, seu Assis Rodrigues, há mais de duas décadas e manteve-se fiel à sua tradição. Além de servir os pratos regionais, revende produtos do Norte como camarão seco, farinha d'água, azeite de dendê e pimenta de cheiro. No cardápio, cerveja Cerpa, sorvetes de cupuaçu e bacuri e tigelas de açaí docinho comprado na Ilha de Marajó, além de refeições como o pato no tucupi e a maniçoba, conhecida também como feijoada paraense. Outros destaque do menu são pratos preparados com peixes do Rio Amazonas como o tucunaré, pirarucu e o tambaqui. Um detalhe curioso é que a casa também oferece um poderoso guaraná de mirantã - afrodisíaco feito da raiz da árvore com o mesmo nome, muito usado pelos índios da tribo sateré-maué.
Arataca - Copacabana