Resumo Versão Carioca - Botafogo I
Aberto em 2007, este sobrado na Rua da Passagem traz uma rústica decoração assinada pelo arquiteto Hélio Pellegrino, com destaque para os tocheiros feitos com rodas de caminhão e os lustres de ferro que usam grades de portão na composição. No almoço, a casa funciona em sistema de quilo com um bufê fixo de comida japonesa e pratos temáticos, que mudam durante a semana. Na segunda-feira, por exemplo, tem comida mineira; em seguida, acarajés e outros quitutes baianos entram em cena; na quarta, tacos, burritos e fajitas garantem a festa mexicana; os sabores árabes vão à mesa na quinta; e a semana termina com feijoada, culinária mediterrânea e cozido. Um dos hits, o cupim é enrolado em papel celofane e leva cinco horas para ficar pronto. À noite, o restaurante tem opções de petiscos, rodízios de pizza e uma sugestão de prato do chef.
Versão Carioca - Botafogo I